segunda-feira, 28 de julho de 2014

Impossível...

Convidada pela família de meu marido urubu para assistir o jogo na casa de um muy amigo, só pensava que preferia estar assistindo um filme qualquer ou tirando uma sonequinha.

A atual situação não inspira a menor vontade de ver esse time jogar, que dirá perder.

Para quem não leu, já em 2012 eu alertei para o risco da dívida da tão elogiada "gestão profissional" do nosso dentista. Antes disso, em 2011, alertei que a vitória de MA com ampla maioria preocupantemente poderia indicar que os sócios e torcedores em geral estavam satisfeitos com essa administração e no mesmo ano, neste post aqui expus algumas contradições no trabalho da diretoria, pois muito me incomodava como radialistas e jornalistas defendiam o presidente como uma exceção em meio à bandidagem cartola. Se fizeram coisas boas e louváveis, isso não apaga os erros.

Outros posts abordam o mesmo assunto, é só procurar nos marcadores por "gestão".

O caso aqui é que desde a inutilização do Engenhão e a consequente perda de receitas minhas ressalvas quanto ao dentista só vem aumentando. O fato dele não se envolver ou brigar por compensações deixou bem claro que não se tratava apenas de incompetência, mas sim rabo-preso. Isso porque, segundo noticiado, integra o partido (?) que em último caso é o grande responsável pelas licitações e, consequentemente, obras e seus problemas.

Mais um motivo para desconfiar desse desastre em forma de cartola, é o fato dele ter abandonado sua prática profissional para assumir um cargo não-remunerado (não que seja contra pagar salários para os dirigentes). Está vivendo de que? A não ser que eu esteja mal informada e agora ele receba salário para afundar nosso time e nosso clube em dívidas.

Neste cenário lemos notícias sobre possíveis contratações... nem sei o que pensar. Até mesmo a faixa estendida pelos jogadores não me diz nada. Estou como anestesiada pela tragédia que se abate sobre o glorioso com seu time mais ou menos e seu back-office do mal.

E não somos os únicos. O que me interessa é o Botafogo, mas se acham que a atual situação do futebol brasileiro, sua cartolagem, seus desmandos e afins, nada tem a ver com os sete gols que tomamos da Alemanha na Copa... prestem um pouco mais de atenção. E é por isso que a contratação de Dunga, numa clara manifestação de poder dos dinossauros da CBF, junto com a periclitante situação alvinegra, me levam a um pessimismo e desânimo tremendos.

O jogo? Mal olhei. Preguiça de ver passes errados e afins. Só sei que perdemos em campo e fora dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário