quinta-feira, 25 de julho de 2013

A mais bela homenagem

Tem post que a gente precisa escrever assim: na emoção. Galo campeão das Américas. E a vascaína chorando muito.

Há quase um ano atrás, recebi uma notícia que ainda não consegui digerir. Meu querido tio Clido, nosso japonês, nos deixava depois de meses tão difíceis. Numa família tão grande e incrível como a minha, ser tão especial merece atenção. Tio Clido era uma paixão: divertido, irônico, e pai dos meus dois irmãos mais velhos. 

E tio Clido era, claro, atleticano. E passou esse amor aos seus filhos e netos. E eu tive o prazer de torcer com ele em alguns jogos. E foi uma das minhas referências de paixão ao futebol. E o futebol te devolveu toda essa paixão, tio.

Hoje, ele recebeu a maior homenagem que poderíamos imaginar. Hoje o Galo honrou seu nome, seu torcedor, o marido, pai, tio e amigo. Tio Clido, eu to chorando rios aqui, de alegria, imaginando esse seu sorriso imenso: ESSE TÍTULO É SEU! Te amo demais!!

GALOOOOOOO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário