segunda-feira, 17 de junho de 2013

O sonho da casa própria

Quem me conhece sabe que eu sempre defendi a relação do Flamengo com o Maracanã e até fui contra a ideia de um estádio nosso porque sabia que tirar o Fla do Maraca seria a mesma coisa que condená-lo a uma bela população de moscas.

Convenhamos, a nossa torcida é quem mais movimenta a casa. Em dia de clássicos, então... <3 p="">
Daí veio o fator X. E a Odebrecht. E alguns acordos que claramente não respeitam o clube e o potencial econômico da sua torcida, a maior do mundo (sim, isso mesmo.).

Já estava com essa aba aberta no meu navegador desde semana passada e só consegui parar pra ler hoje. Não preciso dizer mais nada, é bem por aí mesmo.

O Maraca não é nosso

Talvez seja a hora do Flamengo realmente ter a sua casinha.

SRN

(valeu, Alexandre, pelo link!)

4 comentários:

  1. Fabio Affonso Lopes de Almeida17 de junho de 2013 12:01

    Em tempos de indignação em relação aos gastos do Maracanã, dinheiro esse que poderia estar muito melhor empregado, aproveitar disso para entregar de mão beijada a um clube que não teve competência para fazer o seu próprio estadio, enquanto que o Vasco foi o único que não se beneficiou do governo para construir o seu, mas sim da própria força da torcida e seus associados na década de 20 só pode ser uma brincadeira de mau gosto. Acho que vale rever a posição, visto que a cidade não é só Flamengo, mas sim Fluminense e Botafogo. O Vasco esta em outro plano de estrutura, pois já tem o seu e não precisa de ninguém. Até acho que essa história de que o Maracanã é a casa do Flamengo, o que é uma cascata, pois o estádio é do Estado atrapalhou demais o Flamengo na construção do seu próprio, sempre esperando aquela ajudinha amiga costumeira. Lamento que hoje o Flamengo seja relegado a uma grade de programação da Rede Globo. Todo carioca nasce Flamengo, eu nasci Flamengo. Mas por força das origens portuguesas optei por outro. Hoje em dia assistir ao Faustão, ver o JN, ver a Ana Maria Braga, ir no show da Anitta e torcer para o Mengão na Globo ou em qualquer lugar fazem parte do mesmo pacote, infelizmente. Torcer para outros é estar desconectado com a cidade. Fizeram dessa maneira, muito bem feito por sinal. É ser eterno vice, xororô ou florzinha, depende do time. Espero que o Flamengo um dia se livre disso e volte a ser grande como sempre foi, pois sempre foi muitas vezes campeão sem ser grade da Globo e sem precisar de ninguém. O Flamengo não merece isso. E esse post e uma opinião dentro da paz, sem querer arrumar confusão. É uma opinião, onde posso estar errado ou certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei em que momento eu disse que o governo deveria pagar a conta do nosso estádio. Disse que talvez o Flamengo devesse pensar em ter o seu. Achei EXTREMAMENTE ofensivo o pacote que você atrelou a torcer pro Flamengo, especialmente porque ele estereotipa o torcedor Rubro-Negro com algo que, ficou bastante claro pra mim, você considera algo menor. Eu não faço nenhuma dessas coisas e conheço diversos torcedores do meu time que também não fazem.

      Talvez você precise repensar seus argumentos, porque terminar dizendo que isso era pra ser um comentário pacífico e não uma agressão não invalida tudo que você escreveu antes.

      Obrigada.

      Nanda

      Excluir
    2. Fabio Affonso Lopes de Almeida17 de junho de 2013 14:12

      É claro que não são todos os torcedores do Flamengo que são assim e que fazem essas coisas, isso é óbvio. Claro que existem variados tipos de torcedores de todos os clubes, até os do meu time, que não torcem para o Flamengo mas que fazem parte do Pacote.
      Mas que existe uma grande maioria que faz parte desse pacote, ah isso faz sim. Me desculpe. E eu lamento muito não ser torcedor do Flamengo. A vida futebolística para mim seria muito mais fácil, mas não é o caso. Se em algum dia quase impossível eu virar um executivo da Rede Globo ligado a futebol, eu viro flamenguista de carteirinha e na torcida para que ele ganhe sempre e sempre esteja nas finais, afinal, meu salário estaria em jogo. Infelizmente é assim que funciona.
      Eu não considero algo menor torcer pelo Flamengo. De jeito nenhum. Apesar de achar a história do meu clube incomparavelmente mais bonita e com muitos mais serviços prestados ao País do que todos os outros 500 espalhados pelo Brasil, além de ser o único que possui uma escola la dentro, e que já alfabetizou muito jogador, inclusive recentemente.
      Eu na verdade, defendo o Flamengo e sua independência em relação a esse esteriótipo que existe. O Flamengo sempre ganhou no passado com grandes times sem ter benefícios e sem ser grade de programação e eu gostaria muito que o Flamengo se libertasse disso, além de ter o seu estádio e se livrar do Maracanã, pois dirigentes encobriam suas falcatruas, iguais aos de outros clubes, com a desculpe que o Maracanã era do Flamengo.
      Repito, claro que não é algo menor. E no dia que o Flamengo se livrar disso, ou o futebol se livrar disso, inclusive o Vasco, que recebe mais que o Fluminense e o Botafogo da TV, causando um desequilíbrio no campeonato, acho que voltaremos ao passado em que o Flamengo ganhava e se orgulhava de ganhar, assim como Vasco, Fluminense, Botafogo, Bangu.
      Entenda que as opiniões são fortes e divergentes, e que nunca é pessoal.
      Att.
      Fabio Affonso

      Excluir
  2. Essa questão transcende paixões clubisticas. Estão matando o futebol carioca. Estão acabando com o Fla, Flu, Bota, Vasco, América, Bangú, Bonsuça, Olaria. Taxas exorbitantes cobradas por um estádio reformado e repassado a iniciativa privada por valores irrisórios! O Maracanã é a ksa do Fla sim. E do Flu, Vasco e Botafogo! É a ksa do torcedor carioca! Em nenhuma cidade do Brasil há tanta simbiose entre torcidas e estádio! Santos x Flamengo fizeram um jogo em Brasília numa "arena" nos moldes do Maracanã. Renda de 7milhões, recorde brasileiro. Ao Santos, mandante do jogo míseros 800 mil. Ao Fla dono de 90 % da torcida presente, NADA! E assim os governantes fecham o Engenhão quando Fla e Flu articularam com o Botafogo a utilização do estádio até o fim do ano. Ora o edital de licitação do Maracanã diz que seria necessário pelo menos dois grandes clubes em parceria com a empresa vencedora da licitação. Que lhes parece? Diz Márcio Braga, ex presidente do Fla, que o clube tinha alvará e liberação dos órgãos competentes e do governo para construir seu estádio, na sua sede na Lagoa. Mas com o repasse do Maracanã, os mesmos órgãos vetaram o projeto anteriormente aprovado. Devemos repensar a forma de enxergar o futebol no Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir