quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Precisamos de mais times?

Quando me interava do calendário do meu time neste começo de campeonato, deparei-me com o jogo Audax x Botafogo. Eu não sei vocês (talvez estejam melhor informados do que eu), mas a primeira coisa que pensei foi "que p****** é essa?". Mais um? Além dos times tradicionais do subúrbio e de municípios vizinhos, a cada ano vai aparecer um novo time de empresários.

Me pareceu tudo muito fora de controle e aí, depois de ler algumas matérias e pesquisar o site do projeto, posso resumir que trata-se de um projeto do grupo Pão de Açucar com o objetivo de formar novos jogadores. O que eles ganham com isso? Bem, eles negociam esses jogadores, como o Vitinho, que está no Botafogo, e oferecem vagas de trabalho no grupo do supermercado para aqueles que não se derem tão bem com a bola nos pés. Tipo, você não vai ser nenhum Ronaldo, mas que tal uma posição no açougue da unidade de Marília?

Toda a estrutura deles é bem interessante, se for como mostram no site. Mas não posso deixar de me perguntar se em vez de criar um novo time, não poderiam ter se associado a algum que já existisse. Como um super patrocinador. Porém, na prática, isso nada mais seria do que comprar esse time. E quem estaria disposto a vender? Bem, talvez muita gente... afinal, o que é hoje o futebol se não um negócio estranhamente costurado por poderes políticos e econômicos?

De qualquer forma, não seria muito melhor ver o renascimento do América do que o surgimento do Audax?

Não podemos deixar de pensar no voleibol, onde muitos times tem nomes de marcas. Nesse caso, considero muito esperto da parte do Audax não utilizar como nome "Extra" ou "Pão de Açúcar". Se já é difícil angariar torcedores, imagina sem um nome que denote um mínimo de alma. Outro dia, por exemplo, assistia o jogo de vôlei Rio x São Paulo na TV. Adoro a cidade de São Paulo, mas claro que torcia para o Rio. Porém, como foi assinalado aqui em casa, o jogo era na realidade ogx (ou outra coisa com X no final) x sesi-sp. Acho que esse jogo, com esses times, eu nem assistiria... era o mesmo jogo! Mas um atrai o torcedor e o outro não. Nunca entendi alguém torcer pro "leite moça", por exemplo. Sério, é contra todos os meus princípios.

Enfim, depois de muitos devaneios, concluo: a iniciativa é legal, cria oportunidades para muitos jovens, mas não, não precisamos de mais times. Precisamos melhorar os que já estão aí, moribundos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário