segunda-feira, 23 de julho de 2012

As perdas da vida

Claro que não estou satisfeita com as saídas. Principalmente do Diego Souza, que apesar de ser inconstante,    quando brilhava, fazia a diferença. E também deu belos momentos para o futebol vestindo a camisa do Gigante. Mas, não deu pra segurar. Espero que ele arrase, sempre, e quem sabe um dia até volte.

O que me irrita profundamente é o clima de enterro da torcida. Como se a compra e venda de jogadores não fosse algo normal no futebol. E como se a gente estivesse numa situação complicada no campeonato, e não no topo da tabela. Ou se todos os ídolos tivessem dado adeus: Dedé ficou, por exemplo. Mas continuam reclamando. Sinceramente, tá difícil aguentar. Quando são os próprios torcedores que criam a crise a insistem na desestruturação do grupo, é complicado não terminar mal.

Mas falando do que interessa, o time tem mostrado que continua  no embalo e dando tudo de si em campo. O jogo contra o Santos, que para muitos seria um desafio, foi tranquilo, arrisco dizer que fácil. O anterior, contra o São Paulo, demos o mole de sempre: não aumentamos o saldo de gols. Resmunguei sobre isso e um amigo flamenguista retrucou: "Sério que você tá resmungando por isso?". Queridos, como dizem por aí: "ema, ema, ema...". Ainda bem que sim, é com isso que eu me preocupo! Em um campeonato disputado a cada ponto, tudo é possível, até um título no desempate pelo saldo de gols. Então, tá na hora do time melhorar a mira.

Nesta 4a tem clássico, e disso este ano estamos complicados. Precisamos da vitória pra continuar na briga e  porque é clássico e a gente quer levar, sempre! 

2 comentários:

  1. E o que você acha do Jonas ocupando a vaga do Fágner que a torcida gostava hein?
    abraço
    Igor
    meu blog: http://igoresportes.blogspot.com.br/ e no twitter @blogdoigor05

    ResponderExcluir
  2. Eu gostava do Fágner, mas acho que não dá pra ficar chorando pelo leite derramado. O futebol hoje é assim, a rotatividade é comum, o jogador já entra praticamente contando os dias pra saída...

    E se for o Jonas, que seja recebido de braços abertos!

    Tô mais preocupada nesse momento com a péssima fase do Éder Luís, viu.

    ResponderExcluir