quinta-feira, 17 de maio de 2012

Amor e saudade



O Flamengo está de férias. Poderia escrever sobre o quanto me irrita a falta de comprometimento e todas as mazelas do time, da direção, de quem quer que seja, pois o time fez feio em todos os campeonatos que já disputou até agora, mas decidi ser romântica. Vou falar só da falta que me faz ver meu Fla em campo. E da última vez que eu pude fazer isso de fato.


Foi mais uma primeira vez, na verdade. Várias primeiras vezes, se parar pra pensar direito. A primeira vez de Brisa indo a um jogo, a minha primeira no Engenhão. Bacana, arquitetura interessante. Mas, sabe, não é um Maracanã.

Tudo bem. A emoção superava. Que coisa, né? Ver o Flamengo em campo é sempre tão lindo. Ok, talvez seja só pra mim, mas é tipo namoro, quando você acorda do lado da pessoa, olha ela dormindo e dá um sorriso, porque é gostoso estar ali mais um dia, tudo de novo. Eu me apaixono pelo time toda vez. Mesmo quando dá raiva.

Daí tinha a baiana indo pro jogo, toda feliz, apaixonada que nem eu, mas com aquela coisa da antecipação. Adoro ansiedade boa. Entrar no carro, ir discutindo as possíveis escalações, estratégias do Joel (puto), apostas, frustrações, todo aquele blablabla de torcedor. E era Fla x Flu, toda aquela agravação típica de clássico.


O jogo foi foda, do tipo que te faz sentir até amuleto, só porque fugiu do padrão do time, só porque você tava lá. Teve gol até de pênalti e uma atuação impecável do goleiro reserva.

Claro que teve encrenca, porque o povo é mal educado e acha que é legal encher a cara antes de ir pro jogo, já que não vão vender álcool lá dentro, fumar na arquibancada e agitar bandeira em cima da galera. Mas o mundo seria insuportavelmente perfeito sem os babacas, né? <3 Então a gente segura a bandeira, ameaça quebrar, olha de cara feia e é babaca de volta. Pronto, passou.

Até porque, né, a emoção... Gritar gol, olhar pro lado e ver que você ama as pessoas que estão ali compartilhando daquele momento com você é uma sensação gostosa demais. E aí o Flamengo entra de férias e é nisso que eu penso quando lembro que ainda falta pra ver o time jogar de novo. No quanto é bom torcer.

E aí tem as fotos. Daquelas que dão arrepiozinho de lembrar do dia. E eu sei que, não importa o que acontecer, Flamengo sempre eu hei de ser.

Uuuuuh!

Add caption


Ei, juiz! Vai tomar no...





P.S.: Obrigada sempre ao Marcelo por me levar pra ver o Flamengo jogar e por ter sido tão querido pra realizar o ~sonho~ da Brisa de ir ao estádio.

P.P.S.: Obrigada à Brisa pela companhia, por ser pé quente, por amar futebol como eu, pelas fotos (nem postei todas...) e por ser ela, o que é foda pra cacete. <3

4 comentários:

  1. Já tô sentindo saudade de ver o Fla jogar. O Texto ajudou um pouco a aliviar essa saudade. Parabéns pelo texto e pelas fotos, ficaram ótimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por mais que eu adore futebol, dá aquela dorzinha ver jogo de todos os clubes menos o seu, né? =/ Obrigada, que bom que vc curtiu! ^^

      Excluir
  2. Pois é Nanda!!

    Esses últimos anos o Flamengo tem nos deixando com uma palavra sempre em mente... SAUDADE!!

    Primeiro foi a saudade do Maracanã...

    Fechou para se embelezar e enquanto isso, ficamos saudosos dos domingos vitóriosos no maior do mundo...

    Depois foram os títulos, pq estamos 1 ano sem gritar é campeão, o que para muitos é normal, para nós é estranho, diferente...

    Agora até os jogos do Flamengo nos deixaram, e fechou o ciclo completo...

    Graças a Deus, esse seu post com a lembrança desse dia sensacional, vem junto com a volta do Mengão aos gramados no próximo sábado...

    Que essa fase de saudades fique para trás e comece logo uma nova fase de vitórias e conquistas...

    Bjs!

    OBS: Só estou esperando a data do jogo para levarmos irmão da sua amiga, hein?

    ResponderExcluir