domingo, 18 de março de 2012

Heleno vive

Hoje em dia, polêmica é quase o combustível dos bastidores do futebol. Como flamenguista, estou diante do eterno vai e vem de Adriano, o Imperador das encrencas. Quem nunca teve um desses em seu clube, que atire a primeira pedra portuguesa.

Mas, como Camilla disse em seu texto, antes desse tipo de comportamento virar padrão, Heleno de Freitas já estava lá sendo o primeiro bad boy do nosso esporte favorito, com sua vida atribulada e sua postura esquentadinha em campo e fora dele.

Gilda, apelido ~carinhoso~ que ganhou da torcida tricolor, jogou pelo Fluminense, pelo Botafogo (clube do coração), Vasco e até pelo América, último time que defendeu. Só faltou jogar no rubro-negro pra completar os grandes cariocas da época.

E hoje tem clássico, tem Vasco contra Botafogo, e tem promoção, sim senhor! Vocês que já viram a gente comentar por aqui sobre o filme (e sobre o quanto Rodrigo Santoro estava incrível na pele de Heleno), agora podem garantir um par de ingressos pra conferir por conta própria e depois contar pra gente o que acharam. E não é só isso! Tem também uma camisa lindona do filme! E não me venham com essa de não ser botafoguense e tal, porque eu concorreria sem piscar e, se ganhasse daria a minha de presente pra Camilla, que eu sei que ela ia amar.

Fiquem de olho no Twitter do @oclubedabolinha. Sigam e vão pensando nas polêmicas do futebol (affe, tá cheio, vai ser facinho). O lance é tuitar a sua polêmica com a hashtag #HelenoVive. Manda pra gente durante o jogo e torce aí pra gente escolher a sua, capricha na criatividade (ou no mimimi, tá valendo!). A gente libera o resultado amanhã.

=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário