segunda-feira, 7 de novembro de 2011


5 gols contra apenas 1 do Cruzeiro. Foi assim que fechamos o placar desse último jogo e garantimos mais 3 pontos na briga pela vaga na Libertadores e, como alguns ainda insistem em acreditar, quem sabe, seguimos na briga pelo título.

A semana inteira vi as pessoas se mobilizando pra mostrar ao time que entraríamos em campo nesse domingo contra o time de Minas com um a mais, o tão comentado 12º jogador rubro-negro. Todos unidos pelo Flamengo. O clube baixou os valores de ingresso, pra incentivar ainda mais o movimento.

Fez diferença. Impossível não fazer. Vou nem tentar explicar essa torcida, não tem como.

A total incapacidade de desistir do time, isso é a coisa mais linda que pode haver no futebol. Mesmo quando ele não mostra tanto em campo, ou melhor... Exatamente quando ele não mostra tanto em campo, imaginar que é a sua presença lá que vai mudar tudo.

Não queria que fosse sobre o Cruzeiro, de verdade, tenho uma grande amiga que é cruzeirense e me dói ver o quanto ela está sofrendo com a ideia do time cair. Mas, me desculpem os cruzeirenses, eu queria meus 3 pontos, eu queria minha escalada na tabela.

E diante de tantas confusões dentro de casa, com Willians, Felipe... Essa vitória foi só a coisa mais linda do mundo.

A tabela segue embolada e a Nação segue embalada (não me julguem pelo trocadilho, ok?).

Se continuarmos entrando em campo com um a mais, se o grupo seguir com essa vontade... Quem sabe não temos um outro 2009?

Sei lá, mas agora não tô na vibe de desacreditar. Já é um começo, né?

;)

4 comentários:

  1. Nanda,
    Pode me chamar de louca, mas eu acredito no hepta. Não deixei de acreditar nem quando ficamos aquelas rodadas sem ganhar nada e que tanto nos fazem falta agora.
    Sim, sou louca. Ou, como dizem os meus alunos: fanática!rsrs
    Acredito que estamos na luta pelo título, acredito que a torcida fará a diferença pq acredita mais na vitória do que o próprio time e o técnico, acredito que São Judas Tadeu(sempre ele, o do gol do Pet que já contei aqui, aquele das causas impossíveis) vai abrir os caminhos para a nossa "chegada". Até coloquei o nome do Flamengo sob seus (dele) pés. Temos que garantir, né? rsrs
    Mas, principalmente, acredito nas palavras da tricolor D. Célia (minha mãe): agora ficou difícil, deixaram o Flamengo chegar muito perto e quando ele vem lá de trás ele é imbatível.
    Que assim seja! Que a torcida e São Judas Tadeu carreguem o time como já fizeram tantas vezes. Nunca foi fácil prá gente. E que o dia 04 de dezembro (sempre esse mês) seja o nosso dia! O aniversário de 30 anos de 1981, o nosso ano mágico, merece essa vitória.
    Bj,
    Sam

    ResponderExcluir
  2. Sejamos todos loucos, então, Sam. Pra que nos confirmem loucos no final ou pra que percebam que nossa suposta loucura nunca foi desprovida de fundamento. ;)

    ResponderExcluir
  3. E para mostrar para todos que a torcida rubro-negra, ganhando ou perdendo, sentiria um desgosto profundo se faltasse o Flamengo no mundo!

    ResponderExcluir
  4. o mundo seria absurda e impossivelmente sem graça, com certeza! =D

    ResponderExcluir