domingo, 25 de setembro de 2011

O importante é aprender

É muito frustrante para nós torcedor@s presenciar um empate após ver o time sair para o intervalo dando show de bola e vencendo por 2x0. A promessa era de voltar para o segundo e ampliar o placar.

Mesmo com o spfc mostrando seu futebol ainda no primeiro tempo, o Botafogo era superior e o primeiro gol, em jogada maestral de Maicosuel, serviu como combustível para a nossa empolgação.

Um penalty no (excelente) Renato, bem batido por El Loco, nos davam a sensação de que a balança estava pesando para o nosso lado.

Se em falhas individuais, Loco Abreu e Renan comprometeram o resultado, esses mesmos jogadores mostraram-se decisivos em outros momentos. Eu não ponho a culpa neles, embora um gol (feito) perdido e uma soltada de bola que culminou no gol do adversário tenham freado nosso ímpeto ofensivo.

Há que se considerar que do outro lado estava um grande time, com jogadores que também poderiam fazer a diferença. E um técnico que mexeu positivamente.

Do nosso lado - falhas individuais a parte - o que vimos foi um time totalmente desorganizado. Com a saída de Maicosuel para a entrada de Felipe Menezes, o restante do time não se reorganizou. E a impressão que dava, como meu tio LC disse, era a de que estávamos com um a menos. Mas é que, de fato, estávamos, pois trocamos um jogador em grande forma (porém exausto) por um que não faz nada!

E como joga um time com um a menos? Na base do corre-corre e do desespero. Aí quem ficou desesperada fui eu, com a possibilidade daquela bela vitória parcial virar o que virou: um empate num momento em que a vitória seria tudo.

Num jogo em que era tudo ou nada, ficamos no meio do caminho!

E quanto ao título do post? Bem, espera-se que jogadores e técnico já cheguem ao Glorioso com experiência acumulada. Porém, na vida nunca paramos de aprender e é por isso que, além do pontinho que asseguramos (podia ter sido pior...), esse jogo fica como aprendizado para os próximos. Afinal de contas, essa postura que vimos no segundo tempo não pode se repetir. E quem tem que tomar as rédeas é o "professor".

E nós botafoguenses não temos que desanimar. O campeonato é disputado e estamos vivíssimos nele! Lamentamos, mas seguimos firmes e fortes.

PS: mais um fora clássico do uruguaio na repórter desavisada!! Não diminuiu a frustração, mas deu uma animadinha...

Um comentário:

  1. Esse negócio de Inacreditável Futebol Clube é uma besteira que inventaram para sacanear os jogadores!

    ResponderExcluir