terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Um oasis no meio de tanta ladainha

A cada dia a palavra "pressão" é mais comum no mundo do futebol (dos esportes em geral). Vemos os jogadores, técnicos e dirigentes reclamando da pressão da torcida; outros justificando as atitudes ridículas de jogadores como Neymar, falando da pressão de ser um ídolo; tem também a pressão de jogar com o estádio cheio; a pressão do jogo decisivo; pressão de representar a seleção nacional. Parece que a vida do atleta é uma sequência de pressões, quase uma desgraça ter sido jogador de futebol.

Todos criticam e falam dos salários milionários, da obrigação de vestir a camisa do clube. Aí muitos outros respondem que isso é mais e mais pressão. Parece um blá-blá-blá sem fim.

Por isso que hoje senti alegria ao ler a entrevista do Daniel Alves na Folha .com. Achei de uma lucidez incrível (e rara), e essa parte merece ser destacada:

Os atletas vivem reclamando da pressão dos torcedores, da série de jogos. É tão estressante assim?

As pessoas me questionam muito sobre a pressão do mundo do futebol aqui na Europa. Acho graça. Pressão sentia quando tinha que acordar às cinco horas da manhã para trabalhar e depois rodar mais de dez quilômetros para chegar ao colégio. Ia à escola preocupado se a plantação estava dando certo. Aquilo era pressão. No futebol, essa pressão não me pega. Eu faço o que eu amo, tento fazer o melhor que posso e estou em um jogo em que se pode vencer, empatar e perder. Futebol é isso.


Muito bem dito, Daniel Alves. Tem gente que realmente não tem idéia do que é pressão de verdade. E devia agradecer por isso.

E pra completar, ele ainda evita usar seu passado para ser vítima: "[Daniel Alves] Não gosta, entretanto, de ter sua infância na roça usada como um exemplo. "Agora acho bacana ter passado por aquilo tudo, mas não desejo isso para nenhuma criança", afirma o jogador." O ressaltado é meu, pra chamar ainda mais atenção.

(A entrevista completa você pode ler aqui)

3 comentários:

  1. Já tinha lido (graças a você, que compartilhou no FB) e já tinha super-curtido. Excelente

    ResponderExcluir
  2. Mais um para a ínfima lista de jogadores pensantes. Clap clap clap

    ResponderExcluir