segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Tua Estrela Solitária te conduz

Clássico emocionante para animar o domingo da galera. Até ontem, nenhum jogo tinha sido minimamente empolgante/razoável.

Não fosse por Renato Cajá, Loco Abreu, Jefferson e He-man, bem que o árbitro teria conseguido ser o destaque da partida. Fred também tentou aparecer "apitando" no grito, empurrando nosso LOUCO atacante (não é Loco dessa vez...)e até brigando com o esquentadinho Muricy Ramalho. Mas como pití não ganha jogo de futebol... deu Fogão!

As análises dos "especialistas" previam um embate entre ataque (flu) e defesa(Botafogo), mas não foi o que se viu... o próprio placar é prova disso.

Com um golaço de falta e o passe para outro golaço de Herrera, Cajá já mereceria o destaque. Mas ele fez muito mais que isso, chamando pra si a responsabilidade e articulando as jogadas. Fora isso, fez outro gol (que o juiz resolveu não dar) e ainda meteu duas bombas na traaaaave.

O time todo mostrou muita garra e determinação, mas temos que tirar o chapéu para o Joel (pois é, rima...) porque ele conseguiu montar um time para segurar as "estrelas" do Flu e ainda ser eficiente no ataque. Depois da cornetada que eu dei nele, prometo que vou ser mais legal com o Natalino depois desse jogo (ai, se pelo menos ele tivesse nos poupado da sua autoproclamação como lenda... minha tarefa seria mais fácil!).

Li em algum lugar (não me lembro onde, desculpe pela falta de crédito!) e reverbero a indagação: alguém aí já viu o Conca jogar contra o Botafogo?? Por mais que simpatize com o craque do tricolor, não me lembro de tê-lo visto se destacar contra o alvinegro. Ponto para Joel e, nesse jogo, para Marcelo Mattos (injustissimamente expulso) e Arévalo (ainda pegando ritmo, mas vai chegar lá).
Afora nossos eficientes jogadores, chego a desconfiar que no fundo o sonho do argentino é defender a estrela solitária... eu acho que tem tudo a ver!

Muitos jogadores ainda precisam pegar ritmo de jogo e entrar em sua melhor forma, mas acho que o time funcionou muito bem, com muita pegada. Creio que a tendência agora seja melhorar, desde que não nos acomodemos (retranquemos) ao fazer um gol nos adversários que aparecem em nossa frente.

Loco Abreu mais uma vez demonstrou que merece o apelido que tem. E cada vez mais é ídolo no Botafogo. Eis aí um homem que faz o espetáculo brilhar. E ensina aos Neymares da vida como um homem (gente grande) realmente comemora um gol!

Jefferson: puta que pariu... e o resto vocês já sabem!

Mesmo com os destaques individuais, acho importante destacar que novamente nos apresentamos como um grupo coeso (fato este que não vinha ocorrendo). Este é o caminho.

Terminamos essa rodada com gostinho de quero mais e a expectativa de que jogos melhores virão!

E do lado de lá acende o alerta do descontrole emocional...

5 comentários:

  1. Ok camilla, descontrole emocional? menos né?
    e po, era só disputa de primeiro colocado! quem quer ser campeão (sinceramente, eu não faço a menor questao, mesmo, mesmo!), não pode escolher adversário....

    ResponderExcluir
  2. Minha opinião...
    Fred brigando com o técnico, jogadores partindo para cima do juiz e dos jogadores do Botafogo... fora o esporro em campo no jogo anterior que vc mesma citou. Mostras de descontrole emocional, sim.

    Fato este que nada tem a ver com o resultado ou com escolha de adversário (não entendi a conexão entre o primeiro assunto e o segundo do seu comentário)...

    ResponderExcluir
  3. O Muricy SEMPRE dá esporro! não vem de agora, ele dá esporro em todos os jogos, não é de agora, e não poupa ninguém. Ele é rabugento, isso ninguém nega, mas vimos que o resultado vem.

    Ah, e um assunto não tinha nada a ver com o outro mesmo, foi outro tópico! hehehehe

    ResponderExcluir
  4. Eu acho o Fred problemático. É um bom jogador que pira de vez em qdo. Vimos isso no caso Fred x DM. Foi tenso e desnecessário, fico feliz que o Flu tenha administrado, superado e levado a taça. Enfim... Loco é surpreendente. Não vi o jogo, mas vou confiar nos comentários do David, que apontam para uma tentativa de garfar o Bota. No fim das contas, não valeu de nada, pq o time conseguiu levar.

    ResponderExcluir