sábado, 15 de janeiro de 2011

A nova camisa da seleção

Existe uma razão pra se criar um novo uniforme, e uma razão apenas. Vender. Todo mundo que já tem uma camisa do time se vê seduzido pela mensagem "aaah, mas você ainda não tem a nova e a nova é muito mais incrível, com suas listras atômicas que cantam o hino do time e um exclusivo massageador de axilas, você não pode ficar fora dessa".

Tá, a mensagem nunca é essa, mas é quase como se fosse. Bota uma listrinha ou tira uma costurinha e já vira algo completamente diferente que você super precisa ter.

Mas e quando a camisa nova é ridícula, como faz? Compra pelo princípio ou se recusa em protesto? Vamos começar por falar mal? Acho bacana.


Porque, assim, né, olha essa porcaria. Que raio de faixa verde é essa? 

A intenção da Nike, como sempre, era causar impacto. Fizeram ponto ao escolher o material, com foco ecológico, obtido a partir de pet reciclado. Boa, Nike. Mas aí entraram numas de falar que essa tarja bizarra é pra simbolizar o corpo fechado dos guerreiros brasileiros em campo.

Ó, vou adiantar um negócio. Quando fizeram aquela campanha da Brahma botando a galera toda de guerreira e insistiram nesse conceito, saímos com o rabicó entre as pernas da Copa, não levamos nem o prêmio de Miss Simpatia (também, né, com Dunga no comando...). 

Já que futebol é coisa cheia de superstição, eu tentaria fugir da zica. Guerreiro não combina com seleção canarinho. Ponto um coberto.

E como é sempre bom fazer o advogado do diabo e pensar no que pode acontecer de pior, já vou dar aqui meu palpite. O uniforme foi projetado pra ser usado na Copa América, que acontece em território inimigo hostil argentino. 

Imagina só se o Brasil não leva a taça. Sabe pra que vai servir esse belo espaço verdinho, né?

BORA TODO MUNDO ZUAR O BRASIL

Fato...

4 comentários:

  1. Ashuashuashuashua acho que esse espaço deve conter uma mensagem subliminar ou coisa do tipo. Deve mudar de acordo com o resultado do jogo. Em caso de vitória: "Chorem, trouxas". Na derrota: "Nós somos trouxas" ashuashuashuashua.

    Brincadeiras a parte, ó camisa ridícula, hein?! O que estragou sem dúvida foi essa faixa verde. A Nike e suas camisas ridículas...

    ResponderExcluir
  2. Sensacional o post, Nanda! Muito, muito bom!
    Vamos combinar que tu tá ficando muito cb (sangue botafoguense), hehe, com esse lance de superstição.

    Mas, como disse meu primo, essa faixa parece aquela usada para cobrir patrocínio, tá ligada? Péssimo.

    Enfim, espero que tudo esteja bem aí na sua vida na terra da garoa!

    O Rio de Janeiro continua lindo!

    Beijos,
    Valê

    ResponderExcluir
  3. Perfeito. Mas e a CBF, que deu o ok (imagino que o layout seja submetido ao responsável)?

    ResponderExcluir
  4. É, Nandinha...camisa medonha, desculpa bisonha e preço horrendo. Mas quem liga pra preço, além da vovó do comercial, não é mesmo?

    Eu mesmo meti o pau lá no blog!

    Saudações!!!

    ResponderExcluir