segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Como ser flamenguista em terra de corintiano

Não, não vou fazer picuinhas, vocês já me conhecem o suficiente pra saber disso. E quem não sabe, boa hora pra aprender. ;)

O título desse post é só por conta de um causo que vou contar assim que acabar de comemorar o bom começo de ano do meu time, ok?

Copa Coraçãozinho -> Estamos na final! Boa, molecada! Achei meio debochado que no dia em que se comemora o aniversário de São Paulo tenhamos uma final entre Baêa e Flamengo, mas a pedreira foi a mesma pra todo mundo e chegou quem chegou, certo? Ou seja, tomara que a gente acorde a tempo de ir no Pacaembu ver a final (é às 10h da madruga, em pleno feriado!).

Vai ser minha primeira vez no Pacaembu, certeza que vai ser emocionante, então todo mundo torcendo contra a preguiça aí, pode ser?

No Estadual, o Fla já acumulou 2 vitórias, sou só amor por esses cretinos nesse momento. Mais ainda porque eu acho que essas etapas iniciais do campeonato são muito pra constar. Eu sei que é ridículo, mas tenho dificuldade de processar alguns times que vão além dos 4 grandes no Rio de Janeiro (besta eu, já que o Nova Iguaçu deu um sacode no Vasco e o próprio Flamengo já suou pra ganhar de times de pouquíssima expressão).

O que importa é que, mesmo que seu seja cega, o Fla já passou pelo Voltaço e pelo América. Até o Deivid fez o favor de marcar presença, muito grata, viu?

Pra ficar mais gostoso, as duas vitórias foram no mesmo dia, em sequência. Primeiro, às 15h, a molecada me deixa toda toda, depois, às 17h, os marmanjos terminam de embrulhar pra presente a minha felicidade com as tabelas. Pode fazer dancinha e cantar. Tralalala.

Agora é levar amanhã do Baêa. Tem que prestar atenção, porque os caras se dão bem em umas jogadas meibizarras. Melhor não cantar vitória antes da hora. ;)

E como o Carioca acabou de começar, é só torcer pra não desembalar e vai tudo bem. De repente a gente disputa a final com o Bota ou o Flu (sorry, Li, mas não estou apostando no Vasco por enquanto).

Quanto ao causo que deu origem ao título, vamos lá. Estava voltando pra casa de um evento (a Campus Party, pra quem sabe o que é) e o motorista era corintiano. Papo vai, papo vem, ele decide lembrar da eliminação do Timão pelo Fla, na última Liberta. E completa que, se fosse ele, preferiria que o time dele perdesse pra um melhor que tivesse mais condições na competição. Disse até que aconteceu de pegar um passageiro flamenguista depois do acontecido que se sentia na obrigação de pedir desculpas a um corintiano, por ter eliminado um time tão incrível e maravilhoso pra perder vergonhosamente em casa.

Ooooooopa, pera lá! Alô você, flamenguista sem noção, caso você exista (não, eu não creio que essa história seja verídica e, caso seja, fato que o pavão tá mais enfeitado que a Isabelita dos Patins), favor pedir perdão à Nação. Grata.

Gente, não conheço torcedor que seja tão altruísta assim. Já conversamos mil vezes aqui sobre o lance de entregar jogo e circunstâncias em que você considera a derrota como algo válido, e nenhuma delas era você parar para analisar o adversário, as suas condições no campeonato, as dele, e aí abrir mão em prol do país, por exemplo. Ah, vá!

Primeiro que o Flamengo não estava nem essa bosta toda. Ainda tínhamos o Império do Amor (ai, golfei) e tudo ia muito bem, obrigada. Tanto que levamos do Corinthians, certo? Perdemos porque nego não tinha vergonha na cara, não porque a equipe era inferior.

Agora você, internauta (ai, golfei de novo), conta pra mim. Você acharia bacanão seu time perder por olhar a situação do adversário e decidir que ele tem mais condições de levantar a taça no final? É assim que a banda toca?

Desde quando coração de torcedor começou a pensar? Já me basta fazer conta de Brasileirão. Mais que isso, eu entro na justiça por abuso.

3 comentários:

  1. Esse flamenguista que preferiria uma derrota do nosso time só pq o outro era "superior" devia ter tido um pesadelo ou estava alucinado para poder dizer uma besteira dessas, mas vá entender esse coitado, né?!
    Agora só digo uma coisa: mesmo no trabalho, estarei na torcida pela molecada do mengo, vamos a luta que, com perseverança e bola no pé, chegaremos ao bi da copinha.

    ResponderExcluir
  2. Com relação ao título do post, "Como ser flamenguista em terra de corintiano", apesar de tricolor, vivenciei Sampa durante curto, mas intenso período de minha vida e já deu para perceber a arrogância e prepotência dos paulistas. Nada contra o povo de SP, no entanto eles parecem ter o "rei na barriga"!

    Você vai ouvir "causos" desse tipo mais vezes.

    A intenção aqui não é acirrar disputas.

    A nós cariocas resta levar alegria e diversão a essa terra de trabalho e trabalho e trabalho...

    CURTA O FERIADO!

    SORTE PRO MENGÃO, NANDA!

    ResponderExcluir
  3. Vcc e seu humor peculiar...rsrs
    Mas não é que deu Mengão na Copinha? Agora falta só venderem a molecada., como fizeram em 90...Cala-te boca!

    Saudações!!!

    ResponderExcluir