sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Não dependa dos outros

Em campeonato de pontos corridos, essa é uma boa dica. Especialmente se os outros tiverem mais motivação pra querer ver sua desgraça do que qualquer outra coisa.

O próximo jogo do Corinthians é contra o Vasco e Felipe, que na minha cabeça ainda está com uma bela imagem de encrenqueiro desde o último jogo contra o Fla, disse que o Gigante não tem lá muita razão pra tentar conquistar um bom resultado. Até porque, né, ganhar do Corinthians, apesar de ser sempre bom pra honra, ajuda o Fluminense, que o jogador classificou como rival. Vai ajudar rival pra que?

A sorte do Flu é jogar contra o Palmeiras, que se encontra na mesma situação, diante da chance de ajudar ou prejudicar um adversário histórico e eterno. Os corintianos (os comentaristas, pelo menos) estão querendo arrancar as calças pela cabeça porque o presidente do clube já disse que preferia perder o título do que precisar torcer por um inimigo (ou coisa parecida, vá?), o São Paulo teria entregado pro tricolor carioca e, convenhamos, ninguém está imaginando o Palmeiras se fazendo de difícil a essa altura, né?

E por falar em Palmeiras, depois de como tudo se arranjou lindamente entre o Verdão e o Galo, o time de SP definitivamente não esperava encontrar no Goiás uma pedra no meio do gramado. Nunca se deve subestimar a força de vontade de um time desesperado, né? E o Goiás, já rebaixado, com certeza lutava por mais que o Palmeiras nessa Sul-Americana. 

Há quem ache muito bem feito, pra ensinar uma lição ou outra pro Felipão, que já vem fazendo o Dunga faz tempo, mas nem vou entrar nesse mérito. 

Será que a eliminação vai funcionar como um sacode no time? Será que o Palmeiras vai jogar pra caramba no domingo e, quem sabe, até ajudar o Timão?

Bom, minha torcida, obviamente, é pelo Flu. Eu ainda quero ver Conca levantando a taça que é maior que ele. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário