quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Haaaaja coração!

Essa reta final tá demais pro meu coraçãozinho. O jogo de ontem foi muita emoção. Primeiro que quando o destaque do jogo é o goleiro, já dá pra imaginar a quantidade de sustos que tomamos. Juro, chegou um momento que eu sentei e chorei.

Segundo que o Inter realmente não está (ou não estava) satisfeito somente com o título da Libertadores, o time jogou para sair da seca de Brasileiro, já que não ganham um desde 1978. E o time que jogou ontem foi basicamente o time que disputará o Mundial Interclubes. Talvez o melhor elenco deste Brasileiro.

Nosso time capenguinha da Silva foi lá pro Beira-Rio e, em algum momento logo no começo do jogo, viu que seria quase impossível arrancar 3 pontos naquele jogo. Jogou uma respeitável e arriscada retranca que, pela primeira vez, eu apoiei. O empate saiu de muito bom tamanho para nós (imagina que durante boa parte do segundo tempo nosso ataque se resumiu a, nada mais, nada menos, que Tartá e Rodriguinho, de tão crítica que a situação está...)

Mas a sorte não vem nos deixando de lado. No jogo de logo mais, o Cruzeiro pegaria o São Paulo em Uberlândia. O São Paulo tem chances remotas de Libertadores, mas não dá pra menosprezar um time hexacampeão brasileiro.

A minha maior crítica aos pontos corridos é justamente quando chega na reta final. É óbvio que a tabela influencia e muito no resultado. Veja a tabela do Botafogo, tá uma molezinha! Só tem dois jogos difíceis (Inter e Grêmio). Se o seu time só for disputar com clubes que já não estão disputando mais nada, é uma mamata! Em compensação, se for disputar com times que estão ou lutando por uma vaga na Libertadores, ou para o título, ou para não cair, aí fica complicadíssimo!

Domingo temos o Clássico dos Gigantes, o clássico dos empates (aliás, quase todos os clássicos cariocas esse ano terminaram empatados, hein). Cruzeiro pega o Vitória no Barradão e o Corinthians também tem clássico contra o São Paulo. Aliás, essa é outra crítica: os times cariocas e os times paulistas têm (normalmente) 6 clássicos a cada Brasileiro, enquanto que o resto do Brasil tem (e quando tem) no máximo dois. Mas deixa isso pra lá, afinal, quem quer ser campeão só tem que se preocupar em vencer!

Ai meu coração. O grito tá entalado, tá aqui na incubadora! Ai, ai, ai!

3 comentários:

  1. Pro Flu, é torcer hj pro uma vitória do Vasco, pra pegar o cruzmaltino "aliviado" no domingo. A tabela é dificílima...vão ter que torcer pro Vasco e Flamengo que vão enfrentar Cruzeiro e Corinthians ainda.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, ainda pode rolar um "espírito-de-porquismo" dos rivais. Eu gosto de pensar que os times pensam maior do que isso e buscam a vitória acima de tudo, mas sei lá né, isso sou eu....

    ResponderExcluir
  3. O time que ta desesperado hoje é o mesmo que deu mole ontem. Todos estão em situação parecida e ninguém entra em campo pra perder. A não ser, é claro, que isso possa prejudicar um rival. Todo mundo aqui já viu esse filme.

    ResponderExcluir