quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Finalmente, um gol de Messi

E ontem tivemos mais um clássico do futebol mundial, Brasil X Argentina. Como é normal, os hermanos levaram um jogo que não valia nada. E Messi desencantou, com um belo gol. Finalmente, viu? Gosto muito do Messi, acho que ele é o melhor jogador da atualidade, daqueles que vai entrar pra história do futebol. Mas é fato que ele só joga pelo Barcelona. Sei que os argentinos estão cansados de comemorar só os gols que ele faz no Barcelona. Parece que é só vestir a "albiceleste" que Messi desaprende a jogar. E ontem mais uma vez escutei alguns argentinos resmungando que, agora, não vale nada esse gol. Mais ou menos, né? Convenhamos que a vitória nesse clássico é sempre boa, para os dois lados.

Há 5 anos os argentinos não venciam o Brasil (se desconsideramos a seleção olímpica, que nos deu aquele chocolate em 2008). E pra um país em crise, com o orgulho (e que orgulho!) ferido como o deles agora... foi uma bela vitória. Vejam a empolgação do comentarista no gol -aproveitam pra admirar, foi mais um belo gol da Pulga Messi:




Mas achei o jogo uma chatice total. Dormi no final do primeiro tempo. Nenhum dos dois times deu espetáculo, e parecia que ou foram só pra fazer show no Qatar e ganhar uns trocados ou que estavam com medo da derrota e preferiam segurar. Já acho difícil me empolgar com a seleção, ainda mais nessas condições. Parece que se queremos superar o trauma de 1950 e vencer a Copa de 2014 Mano ainda tem muito, muito trabalho pela frente. Os outros jogos de ontem foram muito melhores (Portugal goleou a Espanha por 4X0, por exemplo), e nada está garantido.

Por enquanto, temos que aceitar que é dia dos hermanos sorrirem. Como sempre a capa do jornal Olé fez sua piadinha.

Tá, aceito, perdemos e temos que agüentar. Mas não dá pra continuar falando do jogo da Copa de 90, né? Cada vez que um argentino usa esse jogo como argumento eu me calo. Por pena. Porque acho triste que eles achem que a última glória que eles tenham seja de um jogo que aconteceu há 20 anos...

Lembram da clássica frase "quem vive de passado é museu"? Pois é.


PS: Só pra esclarecer, não sou daquelas que torce sempre contra a Argentina, que o detesta. Pelo contrário. Torço sim pros hermanos... menos contra o Brasil, claro!

6 comentários:

  1. Lívia! Adorei seu post! Também sou pró-hermanos, hehe.
    Não vi o jogo, horário ingrato, combinemos...
    Realmente um golaço o do Messi, e concordo com o que você disse sobre a vitória deles ter sido importante. Para eles, e também para a gente. É com o fracasso que a gente aprende os erros para corrigí-los!
    Ah! Se o Jefferson fosse o guarda-redes da seleção o Messi teria feito essa linda jogada, mas, seria uma defesaça, e não um golaço, hehehe.
    No mais, realmente, emocionante a narração do cara, empolgadíssimo, lavou a alma obviamente.
    Beijos,
    Valê

    ResponderExcluir
  2. Valê, brigada!

    Pois é, o horário ingrato não ajudou, mas não valeu mesmo perder a siesta pelo jogo, hehe!

    haha, ok, se fosse o Fernando Prass também era defesa certa! :)

    Brincadeiras à parte, nosso goleiro foi muito elogiado pelos hermanos, viu? Que, claro, não perderam a oportunidade de criticar o Ronaldinho e sempre que podiam lembravam que o Neymar não é ninguém perto do Messi.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Gente, Ronaldinho faz jogadas bonitas, mas o tiozinho da embaixadinha na praia tb é super impressionante. Não acho que ele deveria ter sido convocado pra seleção do Mano. Sinceramente, a convocação dele tem cheiro de arrego. Mano cedeu e isso me decepcionou. Só prova o quanto o povo pode ser retardado e técnico de seleção precisa, muitas vezes, fazer que nem mãe, que determina as coisas e deixa claro que o relacionamento entre ela e o filho não é uma democracia. Ah, Neymar. Neymar é bebê e só tá ganhando corda pra se enforcar. Já provou infinitas vezes que não tem maturidade pra tanto estrelato. Robinho também não fez muita coisa.

    Mas acho que o pior é o pessoal querendo trazer todos os pregos que estragaram a seleção com Dunga pro novo grupo. Ai, por favor, né? Vão fazer que nem a Itália, que praticamente escalou o mesmo time por 3 Copas??

    Eu curti mais o Mano nas primeiras convocações, arriscando, trazendo moleques que ninguém tinha muita ideia pra mostrar serviço. No fim das contas, eles é que precisam ser moldados pra disputar o Mundial em 2014.

    ResponderExcluir
  4. Nanda, como sempre trouxe uma visão que eu, de certa maneira, partilho.

    Porém acredito que essas escalações "erradas" possam valer no técnico esperto. Ele mostra pro Brasil: olha, vocês não estavam certos, ok? Agora deixa eu mostrar do meu jeito: pã! A gente ganha a Copa em casa e o cara vira ídolo tendo o apoio da imprensa e do povo (coisa que nosso ex-técnico estava muito, muuuuito distante de ter!) durante toda a "guerra".

    Não vejo Ronaldinho atuar há muito tempo para ter uma opinião válida sobre sua habilidade, acho que o Neymar tá se arriscando muito, e que se não amadurecer rápido vai sifú, e que o Robinho já foi melhor... Mas, vamos acreditar que o Mano é espertinho. ; )

    Lívia, já que elogiaram nosso goleiro, se Jeff estivesse lá eles teriam feito uma estátua prá ele. hahahahaha, megaidolatrias a parte, um bom goleiro é muito importante numa seleção. Pode salvar.

    ResponderExcluir
  5. Lívia,
    Perder para a Argentina no último minuto é sempre muito doloroso...até em cuspe à distância.
    E o brasileiro implacável já está chamando o cara de "HerMANO Menezes"...hehehehe
    Rodolfo Rodrigues

    ResponderExcluir
  6. Haha! Adorei!
    Os argentinos nem fizeram tanto alarde. Não escutei nenhuma piada, acreditam?

    ResponderExcluir