domingo, 7 de novembro de 2010

Complicando...

Botafogo e Avaí empataram em 0x0 e nossa arrancada final tem uma reduzida de marcha.

Para quem achou que seria fácil jogar contra time que precisa se salvar do rebaixamento... taí a prova em contrário.

O Avaí buscou o resultado, mas não teve qualidade alguma nas finalizações (a maioria das bolas foi moleza para o Homem de gelo, que só precisou fazer umas duas defesas mais difíceis).

Já o Botafogo... novamente foi atrapalhado pelos desfalques. Além de Fabio Ferreira, Herrera e Maicosuel (só voltam no próximo ano), não pudemos contar com Marcio Rosário, Marcelo Cordeiro e o multi-uso Somália. Joel lançou Edno no lugar de MC e compôs o meio com Marcelo Matos, Lucio Flavio e Fahel, além de Leandro Guerreiro do meio pra defesa. Marcelo Matos, como sempre esteve muito bem, tanto no desarme quanto no "rearme". Lucio Flavio esteve omisso e apagado. Já Edno, que se casa hoje, até que tentou, mas errou muito. Eu, se fosse a noiva dele, corria antes de ser tarde demais...

Alessandro também não fez boa partida, e Joel contou que o raio cairia duas vezes no mesmo lugar, mas dessa vez não saiu gol do Caio. Antes disso, LF saiu para a entrada de Renato Cajá, que, como sempre, deu uma velocidade a mais, porém, errou muito também.

E assim, o Botafogo não conseguiu marcar e nossa briga pelo título que já era difícil, ficou ainda mais complicada. Pra piorar, Cru e Cor venceram seus jogos. A sorte não estava do nosso lado nessa rodada... mas um time que tem alguma pretensão no brasileirão deveria ter conseguido um jeito de chegar mais perto do gol.

Para piorar um pouco mais para a próxima rodada, Marcelo Matos e Antônio Carlos (quanto jogador com nome duplo!) tomaram o terceiro amarelo e não entram contra o Ceará. Veremos no que vai dar!

4 comentários:

  1. Sinceramente, eu achei o Marcelo Mattos bem tímido hoje, se pudesse dizer que alguem foi omisso não seria o LF mas sim ele. Na minha opinião essa era a partida mais dificil do Botafogo nessa reta final, até pq pode ser que contra o Gremio, os gauchos já nao tenham mais chances de lutar pelo G4. Enfim, acho que hoje faltou mais ousadia do Joel, deveria ter tirado o Marcelo Mattos que estava mal no segundo tempo(dai o motivo do sufoco do Avai) e colocado o Renato Cajá. E deveria ter colocado o Caio no lugar do LF(que realmente estava mal tb) e não no do Alessandro que travava um belo duelo com o Eltinho pela lateral. Acho que a torcida do Bota ainda pode acreditar, esse tropeço ta me lembrando a derrota do Fla pro Barueri ano passado.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Pedrinho! Concordo que faltou ousadia do Joel. Mas, pra não ficar repetitiva (pois quase sempre falta...) não coloquei isso no texto!

    Não acho que o Alessandro estivesse bem, mas também não teria colocado o Caio no lugar dele, teria botado no do Edno... também não sabemos se daria certo, nem a sua opção e nem a minha.

    Sobre o MM é que vou discordar, pois ele é um jogador com uma qualidade superior a qualquer opção que estivesse no banco e, mesmo num mal dia, é melhor do que o Cajá. E além do mais, ele não é jogador de dar mole, errar passe ou entregar jogo. Você, como flamenguista, não tem o apreço que nós botafoguenses temos por ele. Marcelo Matos, sempre que em condições, é títular absoluto no Glorioso!

    ResponderExcluir
  3. Camila, numa escala eu coloco o Marcelo Mattos como o principal jogador do Botafogo no Brasileirão, seguido do Jobson e depois do Maicossuel. Sinceramente nunca vi nele um grande jogador, mas está inegavelmente em uma excelente forma e fase, o Joel é craque em por jogadores mediocres(o que não é o caso do MM) pra jogarem bem. Basta vc ver que muitos jogadores que eram contestados na epoca do Estevam Soares, hoje são titulares absolutos.
    Nao quero rebater sua opnião de que ele nao deveria ter sido subistituido, mas na minha opinião(que não é passional por eu nao ser torcedor do botafogo) o fato de o jogador vir sendo importante pro time no campeonato nao o impede de ser substituido qnd estiver mal, e ontem ele estava, e tava comprometendo o sistema defensivo do Botafogo a toda hora no segundo tempo.

    ResponderExcluir
  4. Entendo, mas creio que sua análise nesse caso está longe da unanimidade. Como a minha e a de outros, é uma opinião.

    Considerando quem estava em campo e as opções da reserva, tinha mais gente merecendo sair e poucas opções que superariam o mattos, ou nenhuma. E pra mim o principal problema nao estava sendo o sistema defensivo, e sim fazer a bola chegar na frente. Teoricamente quem está Ali pra distribuir é o LF. Outro q nao passa do meio pra frente é o Fahel, mesmo com toda a garra do mundo. Já o Edno, como disse, tentou mas não conseguiu.

    Nao achei meu comentario passional...

    Viva a diferença! E sempre bom ter uma perspectiva nova, mesmo que nao cheguemos a um consenso!

    ResponderExcluir