sábado, 23 de outubro de 2010

Vitória


Enfim, encerramos a série de empates e nos poupamos a humilhação da maior sequencia da história do campeonato. Um gol simplesmente perfeito de Marcelo Cordeiro, que saiu de campo machucado (mais um).

Infelizmente, a alegria se encerra no resultado. A torcida (13000 torcedores exatamente, segundo informado no estádio) não empurrou o time e este não jogou. Para mim, além do Cordeiro (poderia até não ter feito mais nada, ainda seria o destaque do jogo), salvaram-se Marcelo Mattos, Leandro Guerreiro e Somália. Destacaram-se pela dedicação sem afobação, a luta pelo domínio da bola sem fazer falta ou darem chutões sempre que possível.

Dany Morais com a bola nos pés foi mal, mas levou perigo em cabeçadas na área do adversário e fez bons desarmes. Médio. Marcio Rosário esteve bem e Jefferson também, apesar da bola escorregadia com a forte chuva que rolou no primeiro tempo.

Alessandro, dentro do que pode fazer também não decepcionou. Piores atuações: Joel Santana, Edno, Loco Abreu, Jobson, Lucio Flavio e Renato Cajá (entrou dando muita velocidade mas com a bola nos pés não fez nada de útil).

Me concentrei bem no LF porque ele está no olho do furacão e uma boa parte da torcida já está sem paciência pra ele. No começo do jogo, pecou por omissão, não correu, não se envolveu, não se apresentava, sei lá...Uma pena porque ele tem um bom passe de bola. Do final do primeiro tempo em diante, além de não se envolver, ele perdeu uma clara chance de gol e começou a errar passes, aí foi que a torcida perdeu a paciência de vez.

A galera também estava sem saco para o Jobson. A bola até chegou nele, e ele demonstrou a habilidade que tem, o drible, a velocidade. Mas faltou também vontade de concluir e objetividade. Perdeu inúmeras chances. Não "se deu" e tomou vaias por isso. Loco Abreu quando apareceu foi fazendo besteira, perdendo a bola, dando a bola para o adversário, uma vergonha. Edno entrou pra ficar caindo em campo e reclamando. Sério, a bola parecia que estava quadrada para certos jogadores.

Eu que odeio corneteiro já tava xingando metade do time. Mas como sempre, não vaiei ninguém.

O esquema tático estava péssimo, as peças não funcionavam e o treinador demorou a mexer e ainda o fez mal. Se não fosse a chance de bola parada, o resultado poderia ter sido mais um empate. E olha que o adversário era MUITO ruim. Aliás, o abuso da violência deles contribuiu para deixar a experiência pior ainda. Para piorar, a torcida estava como o time, sem vida, só empolgando em alguns momentos e não empurrando o time, como deveria ser.

Ganhar jogando mal é melhor que perder ou empater jogando bem. Isso é um fato. Mas que eu e o Botafogo merecemos mais do que isso, merecemos. Se querem levar essa arrancada final a sério, o grupo vai ter que mostrar outra atitude.

Mudando um pouco de assunto... eu já parabenizei o marketing do Botafogo aqui, estão sempre inovando, lançando açoes diferentes, criativas e bem sucedidas. Hoje colocaram um sistema de som com jogos, músicas e entrevistas para animar a torcida. Legal. O problema é que quando não estava rolando nada, saía dos auto-falantes um sertanejo universitário (ou coisa que o valha) da pior qualidade. Gente, MENOS. Um clube elegante como o nosso não pode pagar esse mico... por mim deveriam ter colocado somente o hino ou então nada. A galera de bom gosto precisa se impor.

Boa noite e até a próxima. Parabéns, Pelé.

6 comentários:

  1. Perdi a paciência com o Lerdo Flávio. Jobson estava péssimo, de nada adianta driblar para depois perder a bola. Sem contar aquele gol FEITO que ele perdeu. Devia voltar a fumar crack, era melhor...
    Loco tava foda, mas ainda é ídalo.
    Alessandro, para o Alessandro tava bem.
    Cartão vermelho para os preparadores físicos e depto médico do Bota. E tenho dito.

    ResponderExcluir
  2. PS:. Te dei o céu te dei o mar,...., meteoro da paixão.... explosão de sentimento que eu não posso ... aaaaaaaaaaaah, como é bom poder te amaaaaaaaaaar

    ResponderExcluir
  3. concordo com tudo que vc e valê disseram.
    o principal pra mim foi o Joel que foi mto mal!!!

    ResponderExcluir
  4. O pior do jogo foi ver no segundo tempo Joel colocando Fahel para jogar, sai um parasita (Lúcio Flávio) e entra outro. Haja coração.

    ResponderExcluir
  5. é como eu digo, nós não merecemos isso!

    ResponderExcluir
  6. Pois é... Mas estamos invictos há 9 jogos, não levamos gol nas últimas 3 partidas, somos o único time invicto em casa e o time que menos perdeu neste Brasileiro (5 derrotas). Isso tudo jogando com um time misto ou muito desfalcado em quase todos os jogos (neste último jogamos sem 4 titulares e mais o Caio).
    Tivemos longas ausências (Loco Abreu, Marcelo Mattos, Jobson e, agora, Antônio Carlos) e perdemos três jogadores muito importantes para o resto do Campeonato: Maicosuel, Herrera e Fábio Ferreira. Nenhum time neste campeonato jogou tantos jogos com tantos desfalques.
    Mesmo assim, vamos chegar à Libertadores. Temos a tabela mais macia deste resto de campeonato. Dos 9 primeiros colocados (já tirando o BOTAFOGO, claro) só vamos enfrentar dois. E o Internacional, em casa, provavelmente com time misto ou reserva na antepenúltima rodada.
    Estamos no caminho certo. Viva o BOTAFOGO!

    Abraços,
    Marcelão

    ResponderExcluir