segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Brilho importado no futebol carioca (e brasileiro!)

Verdade que nesse fim de semana a torcida mal teve tempo de pedir Pet, por quaisquer que fossem as razões, mas me peguei pensando sobre os gringos que atuam no futebol carioca.

Um atacante e dois meias. Três dos quatro maiores times no Rio têm seus importados pra chamar de xodó, só o Vasco está de fora dessa globalização.

No Mengão, óbvio, está o sérvio Petkovic. No Bota, o uruguaio Loco Abreu. No Flu, o argentino Conca.

Além de queridinhos, os atletas com sotaque têm seu peso nas conquistas recentes do clube (não necessariamente título, ok? desempenho também conta!) e seus nomes estão ocupam as bocas dos torcedores com mais gosto que bala.

E por falar em Conca, o pequeno meia vem despontando pela resistência, além da categoria em campo. Especialmente em um time que, como disse a Marcela, parece ter raves cheias de mulheres nuas sendo organizadas no Departamento Médico, o rapaz prefere jogar do que ficar de mimimi. Certeza de que o Fluzão agradece.

Outros argentinos que estão dando o que falar no meio de campo são D'Alessandro e Montillo.

Pessoalmente, não curto o futebol de D'Ale, acho o colorado meio grosso, mas Montillo e Conca sugerem que os hermanos estão caprichando em produzir meias inteligentes e cheios de categoria.

Bons jogadores, resistentes, e, ao menos no caso de Conca, com excelente relação custo-benefício.

É pra pensar, né?

16 comentários:

  1. É prá pensar sim, mas esqueceu do nosso raçudo Herrera. Sim, está de fora num pós-operatório, sim, antes de sair não estava na sua melhor forma, mas é ídolo da torcida. E com razão. Tem raça, sente o jogo, se envolve, fez muitos gols e passes decisivos para o Bota. UH, HERRERA! ; )

    Eu gosto do Pet, e acho que ele já foi muito injustiçado na Gávea.

    O Conca é melhor que o Deco. Pronto, falei.

    Ah! E para não perder o (novo) hábito, Loco é ídolo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tem razão, Valê, esqueci do Herrera. Acho que me apeguei aos xodozinhos, foi mal!

    =D

    ResponderExcluir
  3. Enquanto isso, no país dos alfajores, os hermanos argentinos discutem a "migração" dos atletas para o futebol brasileiro. O símbolo maior foi o Tevez no Corinthians e sua eleição como melhor jogador do Cameponato Brasileiro de 2005 (se não me falha a memória). Os argentinos fazem várias avaliações de como com a crise econômica os atletas nacionais migram cada vez mais, e o Brasil com o real valorizado tornou-se tão atrativo como a Europa.

    ResponderExcluir
  4. Engraçado é que eles nem devem ganhar tanto quanto os jogadores que voltam da Europa pra cá, né? O Conca a gente sabe que tava ganhando 1/7 do Deco, mais ou menos. Montillo e D'Ale tb não devem ganhar nessa faixa. Loco e Herrera, duvido muito... Quer dizer... Os hermanos devem reclamar da gente roubar os jogadores deles como a gente chora de perder os atletas pra Europa.

    ResponderExcluir
  5. Tem um jogador gringo no Vasco sim. Saiu numa matéria da Revista do Globo cujo tema era esse mesmo do teu post. Mas ele é reserva. Acho que ele se chama Izrabal.

    ResponderExcluir
  6. Pois é, Lívia, até o Riquelme, mega ídolo do Boca, ganhava um salariozinho qualquer (tá, salariozinho tendo em vista os salariozões daqui e da Europa).

    Tem muito crítico fazendo questão de comparar o Montillo ao Conca. Pra mim, o Conca é notório desde o Universidad Catolica. Vamos combinar que esse tal de Montillo só tá veio à tona por conta da eliminação do Flamengo na Libertadores (que aliás os comentaristas fazem questão de falar isso a cada jogo do Cruzeiro...). Ele é muito talentoso, mas eu prezo muito pela constância. Mas dá gosto de vê-lo jogar mesmo.

    No Vasco tem o Irrazabal, mas ele tá é muito longe de ser ídolo. Ele é lateral direito, se não me engano, mas é muito fraquinho....

    ResponderExcluir
  7. Rafael, não basta ser gringo. Tem que ser xodozinho, tem que ser amado pela torcida a ponto de acharem que ele é solução pra crise mundial! =D

    ResponderExcluir
  8. Marcela, destacar que o cara foi carrasco do Flamengo deve ser orgástico pra essa galera que comenta jogo. No caso do LC Jr, eu acho que ele precisa esculhambar o Flamengo e dizer "Fluminense" em todo jogo que ele narra, pra ganhar desconto na mensalidade da Unimed. David brincava que ele devia estar tendo crises de abstinência quando narrava os jogos da Copa, porque não conseguia achar o gancho pra falar "Fluminense". No sábado, por exemplo, o gancho foi Juan, que jogou no Fluminense. hahahahahaha...

    ResponderExcluir
  9. Caraca, sério??? Zero acho isso! Acho o LC Jr nada tricolor! Quem eu acho levemente tendencioso pro Flu é o Luis Roberto, mas já li que ele é vascaíno. Aliás, descobri nesse fim-de-semana que o Joel é vascaíno! O mais engraçado foi como eu descobri! heheheheheh

    mas tô com pregui de contar.....

    ResponderExcluir
  10. LC é muito tricolor, chega a ser chato. Luis Roberto é vascaíno?? Oi?? O.O Não acredito!

    Sério, no jogo contra o Inter, Juan todo nulinho lá em campo, ele toca na bola e LC manda seu "Juan, lateral esquerdo do Flamengo, já jogou no Fluminense!". hahaha... Qual a utilidade desse comentário????

    ResponderExcluir
  11. achei essa sessão do blog do Ilan

    http://globoesporte.globo.com/platb/ilanhouse/category/em-off/

    o engraçado é ler os comentários: cada um acha que torce pra um time! hahahahahahaha

    ResponderExcluir
  12. Nanda eu acho que o LC é Flamenguista...já quanto ao PC Vasconcelos concordo com vc, mas o cara tá mandando pra carvalho na sportv agora né...ele me lembra o Sergio Noronha(ECATH)

    Quanto ao Montillo, me dá um desgosto profundo saber que ele não foi pro Flamengo porque o empresário do jogador pediu 3,5 milhoes e a diretoria só queria pagar 2,5 milhoes. Um abuso levando-se em conta os salários exorbitantes do elenco do Flamengo, Montillo ganha 130 mil, seu salário é maior que o do Obina que saiu daqui ganhando 170.

    ResponderExcluir
  13. Cara, ele é tricolor. Se ele for flamenguista, minhas fontes estão beeem mal informadas. PC é botafoguense, com certeza. Nem é um chute.

    ResponderExcluir
  14. Zico quando deu sua primeira entrevista ao deixar o Flamengo disse que um dos jogadores que ele gostaria de ter trazido foi o Montillo. Acho que ele tem lugar em qualquer time do Brasil, fato!

    ResponderExcluir
  15. Pois é, eu acompanhei na época, essa negociação ficou a par do Carlos Peixoto(ex vice de futebol) e pasmem Fernando Shiman, que eu não sei qual cargo tem no Flamengo e muitos dizem que é torcedor do Fluminense, a esqueci de dizer e marido da presidenta. Nessa época o Zico já havia sido anunciado, mas não apresentado, ele estava na África acompanhando a Copa do Mundo.

    ResponderExcluir
  16. Verdade, rola isso de o marido da Patricia ser tricolor. Acho inaceitável que ele tenha palavra dentro do clube que não seja "Oi, querida. Claro, pode deixar que eu fico aqui fora. Beijo".

    Hunf...

    ResponderExcluir