quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Flamengo se acomoda nos empates

O gol de Pet - passe perfeito de Leo Moura - foi absurdamente bonito. E isso, basicamente, foi o melhor que o Flamengo apresentou em campo.

Kléberson, aproveitando outra boa jogada de Leo Moura, foi quem abriu o placar pro Rubro-Negro.

Grande porcaria, já que o Grêmio marcou primeiro, logo no comecinho do jogo (mostrando a vulnerabilidade da nossa defesa) e marcou de novo depois, em jogadinha ensaiada de cobrança de escanteio (ficando na vantagem de novo durante um tempo). Ou seja, conseguimos só um empatezinho chorado e safado.

Não é só porque o empate veio num gol lindo do meia sérvio que eu vou ignorar o fato de que ele representou só 1 pontinho na tabela. Empate pode ser aceitável pra quem está bem na conta, o que não é o nosso caso. Então, esse resultado foi quase uma derrota.

E o jogo foi safado, não tem jeito. Silas pode ser um bom técnico, mas ainda não senti a pegada pra comandar o Flamengo. O que acaba acontecendo é isso. Um time que parece que está jogando amistoso na beira da Zona de Rebaixamento.

Faço o que com isso?

E com o Angelim, com o Rodrigo Alvim... *suspiro*

3 comentários:

  1. O gol do Pet, apesar de ser considerado pelo próprio um lance de sorte, foi uma pintura. A começar pelo lançamento do Léo Moura, o que foi aquilo?!
    No mais, é sofrer para fugir da degola.

    ResponderExcluir
  2. Se ele quiser ser sortudo assim de forma consistente, ó, me incomodo não.

    Enquanto isso... </3

    Coração em frangalhos.

    ResponderExcluir
  3. E o Zico não garantindo nem a permanência na série A? Lógico que é razoável que o cara seja prudente e não empenhe sua palavra em algo que não depende somente dele, mas que aumenta a angústia, isso aumenta.

    ResponderExcluir