terça-feira, 28 de setembro de 2010

E lá vamos nós, descendo a ladeira...

E eu que tanto reclamei que o Vasco não era notícia... sumi do blog. Mas olha, quero esclarecer que não, não foi picuinha com meu time. Outras forças universais me afastaram um pouco daqui, mas tô de volta, e voltei com tudo! E espero que esse seja o espírito vascaíno hoje!

Sei que já nem é assunto, mas ainda não engoli o jogo contra o Botafogo, e esse é o tema do post. Que dor. Que dor! Como sempre, parecia que daquela vez a gente acabava com a sina. O primeiro tempo foi todo nosso, jogamos muito, e dava gosto ver o Eder Luis dando show em campo. Ramon de volta e mostrando porque faz falta. Mais uma vez, a noite era nossa! e mais uma vez... tudo de novo.

Mais uma vez o Vasco não conseguiu matar o jogo porque não acerta o gol. As chances perdidas são inacreditáveis. E dependendo do adversário, isso pode ajudar na reação. Fora que aos 40 minutos, o Vasco para em campo. Se for cansaço, então está na hora de pensar numa solução, PC. Não dá mais pra perder os pontos tão necessários na reta final. Um banho de água fria tanto no time como na torcida. Tinha uma piadinha rolando na Internet que reflete bem nossa situação:

Se jogo de futebol terminasse aos 40min, o Vasco seria líder do campeonato.

E é verdade. Mas, como boa nerd que sou, na hora do sofrimento da 4a passada, quando o Loco Abreu marcou o gol do empate, lembrei foi do famoso Karl Marx:

A história se repete como farsa.
E agora já nem sonhamos mais com a Libertadores (até porque G4 agora é G3), saímos da zona da Sul Americana e estamos ali, pertinho do Z4. É dor demais, meu povo!

Mas... eu sou brasileira e não desisto nunca! Hoje tem jogo no Caldeirão e eu acredito!

2 comentários:

  1. Parabens pelo premio BlogBooks, imagino a felicidade de vocês pois sei o quanto eu ficaria feliz se tivesse ganhado !!!!!!! Muito Sucesso e muita sorte para vocês. Um abraço.

    ResponderExcluir