domingo, 8 de agosto de 2010

Vai, Tabajara!



Tem como respeitar esse uniforme? Não importa se há contrato que obrigue o time a jogar com a camisa amarela e azul, ela é absolutamente horrorosa e só não digo que deveria ser queimada em praça pública porque isso não seria ecológico.

E foi usando essa trágica indumentária que o Flamengo perdeu para o Corinthians hoje, no Pacaembu.

Rogério Lourenço disse na coletiva que é complicado que o time esteja integrado quando toda hora tem um jogador novo entrando pra treinar. E ainda tem o agravante de que todos os jogadores que chegam na Gávea vêm meio zicados. Vários estavam parados há um tempo e o Val Baiano está obeso.

O interessante de um time fraco como está o Rubro-Negro é que quando alguém joga bem, se destaca. É o caso do Leo Moura, que está segurando muito bem a onda de capitão. Aliás, ser capitão foi a melhor coisa que aconteceu pra ele. Outro que fez bonito foi Willians, o eterno roubador de bola, que tem lugar garantido em meu coração.

O resto parece meio perdido em campo, o time do Corinthians conseguia subir pela lateral com toda a tranquilidade, a zaga toda aberta e desorientada, dava até nervoso, viu?

Vou confessar que 1x0 foi até lucro, porque podia ter sido bem pior. Afinal, 2 jogadores não fazem um time de futebol.

Mas, ó, se for pra jogar desse jeito, eu prefiro até que jogue com esse terceiro uniforme. Assim eu finjo que é o Tabajara na TV, e não o Flamengo.

Dói menos.

3 comentários:

  1. merece o clássico cântico dos estádios: feia pra c#%#lh* ô ô ô ô ô

    ResponderExcluir
  2. agora veja pelo lado bom. A camisa principal, que eu sei que você acha feia (e sou obrigada a concordar), tornou-se linda!

    ResponderExcluir
  3. hahahaha! sempre importante ver o lado bom das coisas!!

    ResponderExcluir