terça-feira, 31 de agosto de 2010

A Taça de Bolinhas

Em mais um capítulo do #mimimi eterno do futebol Brasileiro, a Saga da Taça de Bolinhas, o Flamengo provou que precisava mais das malditas bolinhas do que se imaginava, já que os conselheiros do clube não tiveram coragem de expulsar Ricardo Teixeira, ilustre Presidente da CBF de seu quadro social.

A ideia era punir Teixeira pela decisão de considerar o Sport campeão de 87, o que declararia o São Paulo o primeiro pentacampeão Brasileiro, e consequente dono, de direito, da dita Taça.

Ai, gente. Jura mesmo? Quem mais tem aí a plaquinha "Eu já sabia" pra levantar.

Da próxima vez, me poupem da farofa. Cão que ladra, já dizia minha avó, não morde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário