quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O efeito Zico

Há um tempo venho reparando nas negociações que estão sendo feitas pra se trazer novos jogadores pro Flamengo, a maioria naquele esquema de reaproveitamento que já apontei aqui como uma iniciativa de reciclagem de atletas.

Esses 2 últimos anunciados como reforços do time, Deivid e Diogo, já me chamaram a atenção por outros motivos.

Deivid havia sugerido que a negociação talvez não o interessasse, por sua idade já "avançada". Ser emprestado estava fora de seus planos. O Flamengo, então, adquiriu os direitos federativos e econômicos do atacante, que rescindiu seu contrato com o Fenerbahçe, assinando contrato com ele até 2012.

Diogo, cujo empréstimo teria sido vetado por interferência do treinador do Olympiakos, vem para o Mengão por 1 ano e o clube ganha preferência de compra do rapaz de 23 anos. Sua vinda custou ao clube 1 milhão de Euros.

Por que me impressionou? Pela rapidez com que as coisas foram resolvidas, apesar de todas as polêmicas e empecilhos levantados na mídia. Em outras administrações, o futebol do Rubro-Negro teria arregado ou até perdido a brincadeira, nem vou discutir as razões.

Agora, sempre me pego imaginando como deve ser a negociação tocada por Zico. Além do Galinho ter vindo da Grécia, onde treinou exatamente o Olympiakos (aham, eu sei que ele foi demitido após 4 míseros meses, mas whatevah), tenho certeza de que seu prestígio é moeda de troca por onde passar. Duvido que isso não influencie jogadores e até clubes a aceitarem suas propostas.

Ora, reparem que a janela de transferências se fecha agora, e o Flamengo conseguiu seus reforços.

Tem como não aderir ao movimento Com Zico, pelo Flamengo?

P.S.: Sei que a dinâmica das coisas é infinitamente mais complicada, mas comparando com outras diretorias, as coisas parecem bem mais azeitadas com o Zico no comando, pelo menos pra quem está de fora. Nem vou aprofundar muito minha impressão sobre isso, porque além de ser pura especulação, não quero ser processada por calúnia e difamação. Grande beijo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário