domingo, 20 de junho de 2010

O Velho Mundo na Copa

A França está em crise. Os jogadores se rebelam e apoiam o outro, que mandou o técnico, já criticado pelo ídolo Zizou, tomar naquele lugar. Foi um tremendo quebra-pau durante o treino.

Em campo, os Bleus não são nem de longe aquela seleção que ganhou do Brasil e, só não ganhou da Itália por causa do mascarado que ofendeu a honra da família de Zidane. Henry, o vilão responsável por eliminar a Irlanda na etapa classificatória, não está nem aí. Seu time dá vexame e ele assovia tranquilamente, com as mãos nos bolsos.

Possivelmente, o famoso grito de incentivo aos franceses dará lugar a um debochado "Adieus, les Bleus". Merecido.

Outra seleção Europeia que parece ter ido à África fazer safari é a Itália, que suou para empatar com a fraca Nova Zelândia. O capitão Canavarro está péssimo. Convidado a se afastar do Juventus, não chega nem a ser sombra do zagueiro que já vimos jogar, que chegou a ser considerado o melhor do mundo.

O técnico vem sendo criticado pela sua escalação de jogadores velhos. O jogo da Itália está lento e o time está desfalcado. Pirlo e Buffon estão fora por lesões.

A Inglaterra é outra. Tanto se falou do English Team e... Nada! Rooney está decepcionado com as vaias da torcida, que taxou de desleal. Sinceramente, eu não entendo o que tanto se celebra nessa seleção. São truculentos e dão muito bicão. Talvez seja só a minha opinião, mas eu acho um jogo feio. Quem diria que eles teriam sido os responsáveis pela "invenção" do futebol!

Daí vem a Espanha. Como bem disseram, a Fúria mais pareceu um faniquito, porque perdeu pra Suíça. E eu nem sabia que a Suíça tinha time de futebol. A namorada do Goleiro Casillas estava bem atrás do gol dele e logo foi acusada de tê-lo distraido. Ok que era o trabalho dela cobrir a Copa, mas só eu acho inadequado que ela tenha escolhido ficar justamente atrás do gol do namorado? Eu, hein...

Portugal ainda não teve chance de decepcionar de fato. Jogou contra os truculentos e corpulentos Marfinenses e Cristiano Ronaldo quase marcou. E se estranhou com os caras, isso com certeza. Agora vamos ver como será contra a Coréia do Norte, time bem mais leve que o africano. Mais rápido, mas bem menos resistente, né?

A Alemanha chegou botando ordem na casa e abriu a Copa com a primeira goleada até então. Foi lindo. Daí fizeram aquele papelão. O segundo jogo foi, no máximo, safado. Klose foi expulso e Podolski perdeu pênalti. Oi? Quer definir inconsistência? É isso!

A zebra está solta, porque até as seleções favoritas e mais fortes estão fazendo essas cagadas.

Como assim? Suíça? Sérvia? Eslovênia? Gente, esses são os representantes da Europa?

Ok, tem a Holanda ainda, mas vá... Tá ganhando, mas não tá empolgando. Ainda mais no último jogo, com aquele gol de Jabulani. Credo.

Por enquanto, a América Latina está dominando o campeonato. Argentina, Chile, México e até o Brasil.

Olha, eu sei que o Brasil ganhou, mas sei lá, não acho que o futebol esteja lá essas coisas. Tem gol, fato. Teve um até com as mãos involuntárias de Luiz Fabiano. Vou dizer que achei ridículo que todo mundo encha o saco porque Maradona levou a copa na mão, Henry expulsou a Irlanda com a mão, mas quando o lance foi do Fabuloso, "ah, que bom que o juiz validou o gol, né?". Ô, hipocrisia... Sou chata, eu sei, mas não curto ganhar assim.

Outra coisa que não curto é o Dunga, que tanta gente vem exaltando. Na boa, acho ele um tremendo babaca. Não acho que ele seja honesto e cheio de personalidade. Acho que ele tem um português ruim e é uma tremenda cavalgadura. Hoje mesmo, chamou o jornalista de "merda cagão do caralho". Palavras dele, não minhas. Mas eu devolveria igualzinho. Porque ele merece.

E aí vem a galera achar que foi bacanão ele ter ofendido o jornalista da Globo, por todas as teorias conspiratórias do mundo. Gente, dane-se que a Globo interfira na política, no futebol, no mundo. Dane-se. O Dunga não tem o direito de fazer o que fez. E ponto.

Eu não engulo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário