sábado, 29 de agosto de 2009

Finalmente!

Muito se falou sobre a sanidade do Andrade quando ele disse que estava satisfeito com o desempenho do time contra o Fluminense na partida sem vergonha que eliminou o time da Gávea da Sul-Americana. Até agora me recuso a acreditar que o maldito juiz seja realmente chileno, aposto que o desgraçado é Uruguaio e que, ainda por cima, torce pro Peñarol. Ou é só um fdp cego e incompetente, o que já seria suficiente. Mas dane-se, já passou.

Ao contrário de 99,9% da torcida, Andrade já jogou futebol, bagarai diga-se de passagem, e sabe do que está falando. Eu não vi metade das porcarias listadas pelos meus companheiros flamenguistas na partida contra o tricolor e vi, sim, bastante garra por parte dos que puderam ou quiseram jogar.

Tanto que tivemos a partida de hoje, contra o Santo André, com um time guerreiro que meteu 3 no time paulista. Mesmo com alguns empecilhos criados pela arbitragem, o Mengão dominou o jogo e, finalmente, deu uma goleada de leve. Podia ter sido melhor? Com certeza. Podíamos ter saído com 5x0, fácil fácil, mas outras coisas valeram mais que o placar mais folgado.

Zé Roberto surpreendeu e mostrou que, talvez, ainda lembre como se joga futebol. Sua raça foi coroada com o gol no final. PC Vasconcelos, típico comentarista Global, disse que o mais digno seria ele pedir ao juiz que desse o gol para Pet na súmula, mas o sérvio, ele sim um homem digno, demonstrou ser um ser mais pensante. Mesmo com sua jogada perfeita, não fosse o camisa 26 estar onde estava, a bola teria simplesmente batido na trave e ponto. Zé Roberto estava no lugar certo na hora certa e mereceu garantir que aquele fosse o terceiro gol do time.

Como disse meu querido técnico, o Flamengo hoje mostrou mais pegada, sob a batuta de Petkovic, sem dúvida, o melhor em campo. Bruno deveria entregar a braçadeira de capitão para o dono da camisa 43. Sua qualidade é indiscutível e o fôlego que ele apresentou em campo nessa partida foi invejável.

Os moleques Rubro Negros também estão mostrando a que vieram. Destaques foram Lenon, que já tinha me convencido há tempos, e Rafael Galhardo, que começou a jogada do terceiro gol com um passe espetacular para Pet. Finalmente alguém que olha antes de chutar a bola e realmente sabe para quem pretende passar! Bom saber que ele ainda tem muito futebol pra jogar e que ainda tem muito pra crescer.

Álvaro deu outra cara à zaga e ajudou a impedir que Bruno realmente precisasse fazer alguma coisa, o que, diante de suas últimas atuações, foi um grande alívio.

Leo Moura voltou bem e já fez as pazes com a torcida, ainda bem. Quase perdeu o pênalti, mas tudo bem. Saiu aplaudido pelos poucos que compareceram ao Maracanã. Foi importante para o time.

Dênis Marques está melhorando a cada jogo e eu ainda acho que ele pode vir a ser peça chave no ataque do Flamengo. No começo eu tive minhas dúvidas, mas acho que ele tem vontade e qualidade. Falta se acertar no jogo, perder menos bola e finalizar mais. Acho que isso vem jogando mesmo, não tem outro jeito.

Só posso pedir que o time mostre tanta garra nos próximos jogos. Não acho que o nosso desafio seja realmente brigar para não cair.

Nenhum comentário:

Postar um comentário