domingo, 21 de junho de 2009

Vitória com sabor agridoce

Pois o Flamengo ganhou do Inter numa goleada digna de vingar as duas últimas derrotas, já que ainda teve o requinte de ser uma partida contra o suposto melhor time do Brasil no momento.

Como torcedora, é claro que estou feliz com o resultado, mas não com as consequências. Tendo vencido, Cuca pode ficar mais tempo. Ao contrário dos companheiros de paixão que sofram de esclerose de torcida, eu nunca achei o Cuca uma boa opção, mesmo diante da conquista do Estadual, não vai ser agora que vou celebrar suas escolhas.

Ainda acho que o time ganha a despeito dele. Adriano, por exemplo, acho que ele deu um banho em campo só para esfregar na cara do técnico que ele pode estar acima do peso, pode estar longe da sua condição física ideal, mas está disposto a dar o sangue pelo Flamengo. Apesar disso, foi atacado consistentemente pela torcida e pela comissão técnica, que sempre fazia questão de dizer que não sabia das suas ausências ou razões para não voltar com o resto do time.

Faltar treino eu entendo que não seja legal, mas escolher ficar ou fazer outro roteiro no seu dia de folga, desde que você volte a tempo para se reapresentar ao time, não deveria nunca ser considerado como quebra das regras. E a comissão técnica de Cuca sempre saiu de seu caminho para vender Adriano. Mesquinharia das brabas.

O time jogou melhor, mas está longe do ideal almejado. Juan continua mal das pernas e começa a preocupar. Welinton ainda não convence, mas Fabricio mostrou que pode ajudar muito o Mengão, apesar de precisar controlar seus impulsos violentos.

Ibson jogou um bolão e, ao completar 7 partidas pelo Rubro-Negro no Brasileirão, já não pode mais ser inscrito por outro time nacional na competição. Foi mal, Colorado. Agora só falta o Porto liberar o camisa 7 pra minha felicidade ser completa.

Apesar da intriga lançada pelo Globo Esporte, indicando que Ibson teria ficado chateado por não ter sido escolhido para bater o pênalti que resultou no quarto gol do Flamengo no jogo e por isso teria pedido para sair, eu ainda acho que a ceninha de enrolação para botar Pet em campo foi pura falta de caráter de Cuca, que queria garantir que o sérvio não tivesse nem chance de jogo. Algo tipo o que foi feito com Alex Cruz em sua única oportunidade em campo.

Jogou 10 minutos e não fez nada? Tá fora. Cuca não quer mais você no time. Afinal, você não mostrou serviço, não se provou digno do Flamengo. Legal é que ele já está sem mostrar serviço há meses e ainda se acha digno do time da Gávea.

Por que cacetes ele diz ao Ibson que, apesar de ele ter pedido para sair por dor na coxa, ele não pretende substituí-lo? Só para sacanear o jogador? Ou sacanear o Pet? A resposta do camisa 7 foi simples. Ele não daria tudo de si em campo. Claro que ele deu, mas não precisava. Até mesmo para se proteger e garantir que conseguiria jogar outras partidas depois dali. Vai se estourar para satisfazer os caprichos do pseudo-treinador? Pra que?

O técnico dispensado do São Paulo, Muricy Ramalho, colocou em questão a ética do técnico do Flamengo, afirmando que ele teria recentemente entrado em contato com o presidente do tricolor paulista para perguntar se podia pedir demissão em seu emprego atual. Cuca insiste que jamais faria isso, que não faz parte da sua índole.

O dia em que eu acreditar nele, o inferno vai estar congelado e porcos estarão no céu a voar.

Sinceramente, não duvido que ele tenha feito. E acho que alguém no São Paulo avisou ao Muricy, que fez mais do que bem em vazar a informação. Ele fez um favor ao Flamengo ao dar uma razão excelente para dispensar o comandante incompetente e, se Deus quiser, trazê-lo para preencher a vaga e mostrar como é que se constrói um time vencedor.

Certamente não é com a choradeira de Stival.

O Flamengo ganhou hoje do Inter de 4 x 0, mas eu ainda tenho medo. Ganhar é bom, mas ganhar com consistência é muito melhor. Não dá para ficar perdendo pra time vagabundo e só ganhar contra cachorro grande.

A torcida não merece tanto stress.

E agora que o Felipão foi lá pro Uzbequistão, vou lançar uma nova campanha: Muricy no Mengão. E o Cuca lá no raio que o parta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário