segunda-feira, 1 de junho de 2009

Os 3 pontos escorreram pelos pés...

Depois de uma semana bastante movimentada, o Tricolor, com uma atuação bem melhor que a do último jogo, venceria a equipe Pernambucana, não fosse o pênalti desnecessário do atacante Maicon aos 49 do segundo tempo. Com paradinha, Gilmar deixou Ricardo sem ter o que fazer e marcou, para delirio dos 17.000 torcedores presentes no Aflitos.

Punido por levar um amigo armado ao treino-confusão de terça-feira, o goleiro Fernando Henrique, pelo menos na partida de ontem, não fez falta. Quando o Náutico chegava na área, Ricardo Berna não deixava a bola entrar e salvou o Flu pelo menos duas vezes com defesas excelentes.
Fred finalmente saiu do jejum e marcou, sem chance pro goleiro adversário, aos 9 do 1o tempo com um passe do estreante Diogo.

Afirmo que, mais uma vez, a arbitragem prejudicou o Fluminense. Luis Alberto foi expulso injustamente e não joga o clássico de domingo e o árbitro não marcou um pênalti em cima de Alan.

Mas enfim... Acho que o jogo de ontem, apesar do empate, mostrou um pouco mais da garra e da vontade que tanto queremos e pedimos. Estamos no caminho certo.

Que venha o Fogão!

Saudações Tricolores!

2 comentários:

  1. Poisé, eu fiquei até contente porque o Fred finalmente conseguiu marcar. Dava pra ver o alívio dele quando a bola entrou e ele saiu pra comemorar. Parabéns pra ele e pro Fluminense. Pena pelo pênalti. Reitero que a paradinha é a maior canalhice de todas e jogador que cobra assim já demonstra uma pequena (caham) falta de caráter. Como a Milla disse, se a regra não é clara, fica difícil a gente cobrar o juiz, que já tem dúvida na hora de apitar coisas óbvias. Tipo o mané que poderia facilmente ter sido expulso ao puxar Adriano pelo pé na lateral do campo. Tudo bem que não precisa falar que todo mundo tem medo dele, mas deve dar uma ansiedade absurda jogar com o cara. Tanto no mesmo time quanto no time adversário. Quem já viu o que ele pode fazer, é claro que vai ficar apreensivo. Até porque vai querer mostrar serviço e, de repente, agarrar a chance de desarmar, agarrar um chute dele, e por aí vai.

    Tomara que os times cariocas consigam se consolidar no campeonato e mostrar que nós somos a elite do futebol brasileiro! hehehe...

    ResponderExcluir
  2. Só agora eu liguei o pênalti perdido à jogada em si e você tem razão. Não só foi pênalti, mas eu teria expulsado o cara que cometeu a falta absurdamente clara sobre o jogador tricolor. Ele levantou a perna depois de ter dado o carrinho por trás e ainda foi no joelho do coitado. Deve ter machucado e com certeza a não marcação prejudicou desnecessariamente o time carioca...

    ResponderExcluir